terça-feira, 15 de maio de 2012

#Estupro


Quem viola outra pessoa rebaixa-a integralmente, porque invade violentamente a intimidade profunda dessa pessoa e fere-a no cerne da sua capacidade de amar.

O violador comete um crime na essência do amor. Faz parte da essência da união sexual que esta ocorra exclusivamente no âmbito do livre amor. 

As violações podem até acontecer no matrimônio, porém, mais reprovável é a violação no seio  das relações de dependência social, hierárquica, profissional e familiar, como entre pais e filhos, ou entre professores, educadores, sacerdotes, religiosos e os seus pupilos [413]

Nenhum comentário:

Postar um comentário