sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Manual para 2012


Saúde:
1. Beba muita água
2. Coma ao café da manhã como um rei, ao almoço como um príncipe e ao jantar como um pedinte;
3. Coma o que nasce em árvores e plantas, e menos comida produzida em fábricas;
4. Viva com os 3 E's: Energia, Entusiasmo e Empatia;
5. Arranje tempo para orar;
6. Jogue mais jogos;
7. Leia mais livros do que leu em 2011;
8. Sente-se em silêncio pelo menos 10 minutos por dia;
9. Durma 7 horas por dia;
10. Faça caminhadas de 10-30 minutos por dia, e enquanto caminha sorria.


Personalidade:
11. Não compare a sua vida a dos outros. Ninguém faz ideia de como é a caminhada dos outros;
12. Não tenha pensamentos negativos ou coisas de que não tem controle;
13. Não exceda. Mantenha-se nos seus limites;
14. Não se torne demasiado sério;
15. Não desperdice a sua energia preciosa em fofocas;
16. Sonhe mais;
17. Inveja é uma perda de tempo. Tem tudo que necessita....
18. Esqueça questões do passado. Não lembre seu parceiro dos seus
erros do passado. Isso destruirá a sua felicidade presente;
19. A vida é curta de mais para odiar alguém. Não odeie.
20. Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;
21. Ninguém comanda a sua felicidade a não ser você;
22. Tenha consciência que a vida é uma escola e que está nela para
aprender. Problemas são apenas parte do curriculum, que aparecem e se desvanecem como uma aula de álgebra, mas as lições que aprende, perduram uma vida inteira;
23. Sorria e gargalhe mais;
24. Não necessite ganhar todas as discussões. Aceite também a discordância;

Sociedade:
25. Entre mais em contato com sua família;
26. Dê algo de bom aos outros diariamente;
27. Perdoe a todos por tudo;
28. Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;
29. Tente fazer sorrir pelo menos três pessoas por dia;
30. Não te diz respeito o que os outros pensam de você;
31. O seu trabalho não tomará conta de você quando estiver doente. Os seus amigos o farão. Mantém contato com eles.

A Vida:
32. Faça o que é correto;
33. Desfaça-se do que não é útil, bonito ou alegre;
34. DEUS cura tudo;
35. Por muito boa ou má que a situação seja.... Ela mudará...
36. Não interessa como se sente, levanta, se arruma e aparece;
37. O melhor ainda está para vir;
38. Quando acordar vivo de manhã, agradeça a DEUS pela graça.
39. Mantenha seu coração sempre feliz.

Por último:
40. Envia para aqueles que você ama e que deseja um 2012 maravilhoso!!!!

(autor desconhecido)


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Liminar proíbe que festa use símbolos católicos


O grupo católico Associação Arquidiocesana Tarde com Maria conseguiu uma liminar para impedir que os organizadores da festa M.I.S.S.A., prevista para ocorrer na noite de sexta-feira no Vivo Rio, fizessem brincadeiras com símbolos e roupas da Igreja Católica. A associação entrou com uma ação na Justiça e conseguiu, na noite de quarta-feira, no plantão judiciário, uma decisão favorável do desembargador Adolpho Andrade Mello. 


Pouco antes do início do evento, houve um acordo e os organizadores retiraram uma enorme cruz de LED instalada próximo ao DJ, que usaria uma roupa semelhante à de um padre. Os organizadores também cobriram a palavra “galo” que aparecia debaixo da sigla M.I.S.S.A. no cartaz de propaganda da festa, realizada há dois anos. De acordo com o advogado da organização, Renato Brito Neto, o evento não tem o objetivo de ofender a imagem da Igreja Católica. 

A festa já aconteceu em vários pontos do país e, por onde passou, causou revolta em grupos de fiéis católicos. 

O advogado Sérgio Bermudes, que representa a Associação Arquidiocesana Tarde com Maria, disse que a decisão de recorrer à Justiça foi tomada após ter sido divulgado que moças apareceriam vestidas de freiras e que o DJ usaria uma batina. 

No convite, havia outra referência à Igreja, com a seguinte inscrição: "Sem esse convite, nem o Papa entra”. Segundo o advogado, para a divulgação da festa, os organizadores fazem deboche com símbolos católicos: "M.I.S.S.A. também é lugar de cometer pecado” ou “Cansei de homem galinha. Por isso, todo domingo vou a à M.I.S.S.A.” 

— A liminar não proíbe a realização da festa, mas não poderão usar o material que lembre a indumentária litúrgica — explicou Bermudes.

Fonte: O Globo

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

#Advento



No último domingo, dia 27 de novembro começamos a vivenciar o tempo litúrgico do advento, que é tempo de esperança, confiança e conversão. É o tempo que aponta para as três vindas de Cristo: a do passado, sua vinda histórica; – a do presente: Cristo atuante no povo que celebra a eucaristia e pratica a caridade; – a do futuro: Cristo aparecendo em sua glória. É o mesmo acontecimento: ontem histórico e visível; hoje sacramento e realidade oculta; amanhã manifestação gloriosa.

O advento nos chama a levantar a cabeça, a olhar para o horizonte, enxugar as lágrimas e a viver a novidade que virá, e que nos convida a partilhar o pão e o coração, a superar o ódio e a vingança, a não querer destruir o difícil e o diferente, o louco, o pobre e o importuno. A vinda de Cristo vem no inesperado, no empobrecido e no evitado, em quem Deus faz sua morada.

Para que a vinda de Cristo não nos surpreenda, a exemplo do que aconteceu com as jovens imprudentes da parábola de Jesus (Mt 25,1-13) precisamos colocar azeite em nossas lâmpadas. Esperar com alegria e discernimento, vigilância e cuidado, lendo os sinais dos tempos, percebendo os vestígios de esperança que tornam a vida mais humana. Revestir-nos da atitude de espera e não de entorpecimento; espera criativa e amorosa, que aplaina os caminhos, superando a injustiça, a impostura e a corrupção que fabricam o desalento e deixam o povo sem perspectiva.

O Advento nos convida à conversão e a mudar a nossa maneira de pensar, agir e sentir, preparando-nos para celebrar o Natal com coerência, acolhendo o Deus feito homem, a luz que veio a esse mundo e que muitos não quiseram receber. Precisamos colocar-nos a caminho em ação, pois Cristo virá somente para aqueles que lhe prepararam um tempo e um lugar em suas casas, na comunidade e na sociedade.

Os caminhos de conversão que temos a apontar para o período do Advento são os grupos de oração, as celebrações da palavra, da penitência e da eucaristia, os gestos de partilha com os mais necessitados e a generosidade com a coleta da evangelização. Não deixemos que os enfeites sem conteúdo, e que só levam ao consumo, nos levem a ignorar os marginalizados da sociedade, que foram os primeiros a quem foi anunciada a boa notícia da entrada de Jesus na história da humanidade.

A todos desejo um tempo de Advento de muita graça e bênção. Que os caminhos e as ações que vamos trilhar e realizar nos levem verdadeiramente ao Natal do Senhor.

Quem se prepara bem celebra bem. Abençoado Advento a todos!

Dom Canísio Klaus
Bispo de Santa Cruz do Sul - RS

#ORDEM


“Quando me atemorizo por ser para vós, consola-me o que sou convosco. Para vós sou bispo, convosco sou cristão. Aquilo designa o ministério; isto, a graça. Aquilo, o perigo; isto, a salvação.” Santo Agostinho


Um ministro católico ordenado não celebra os sacramentos por força própria ou por perfeição moral (que ele, freqüente e infelizmente, não tem), mas in persona Christi. Pela sua ordenação, cresce nele a força de Cristo, que transforma, cura e salva. Porque um ministro ordenado de si nada tem, é acima de tudo um servo. Por isso, o sinal de reconhecimento de um autentico ministro ordenado é o humilde assombro pela sua própria vocação. § 250 YouCat

Muitas são as pessoas que querem “deixar tudo para ficar com o Tudo” (S. João da Cruz), sentindo no coração o impulso para ser todo de Deus. Mas como se encontrar entre os vários estados de vida? Sendo assim, uma parte importante para o discernimento vocacional é a Convivência Vocacional. É uma experiência daquele que deseja ingressa em algum Instituto Religioso, Seminário Diocesano, Comunidade de Vida, enfim, uma convivência do dia a dia com aqueles que já fizeram sua opção. É uma chance de se conhecer mais de perto o ambiente e aqueles que ali já vivem o estado de vida que se deseja abraçar. E melhor, para aqueles que se sentem chamados à Vida Consagrada, é a chance de se conhecer o Carisma no dia a dia daqueles homens ou mulheres que já o vivem. Assim, a convivência vocacional é uma oportunidade que devemos abraçar quando acreditamos valer a pena seguir por aquele caminho; ali Deus falará mais forte ao coração, confirmando seu chamado naquele lugar ou em qualquer outro onde Ele deseja que estejamos. Afinal, sabemos que nossa felicidade somente será verdadeira quando estivermos no caminho que Deus escolheu para nós desde seu sonho conosco. Desafie-se, se lance, abrace a oportunidade de Deus em sua vida. Siga sua vocação e seja feliz!